Parcerias na Educação.

Esta semana uma ação de parceria envolvendo as Secretarias de Educação e Saúde da Cidade de São Paulo e a Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP demonstrou o quanto certas interrelações podem ser ao mesmo tempo importantes e de atendimento ao aluno, com ações diretas e responsáveis.

A Escola onde trabalho na quarta-feira, dia 24 de março de 2010,  recebeu uma equipe médica para o diagnóstico e atendimento dos alunos dos primeiros anos e 2ª séries.

Alguns dias antes foram definidos os horários e espaços escolares a serem utilizados na Unidade pelos profissionais da Saúde. Adaptações na rotina diária como aulas da Sala de Leitura que seriam realizadas por meio de atividades volantes nas salas de aula, entre outras foram programadas de forma a liberar os espaços, sem prejuízos aos alunos. Os pais receberam os informes do dia e horário para atendimento, senhas foram elaboradas, fichas separadas.

No dia e horários marcados os médicos chegaram e montaram na Unidade Escolar uma verdadeira Unidade Básica de Saúde. Pediatra, psicóloga, fonoaudióloga, entre outros profissionais atenderam os alunos e alguns encaminhamentos, pedidos de exames e consultas já foram diretamente agendados no dia. Outros serão enviados nos próximos dias.

Parceria responsável que permite identificar necessidades que atingem questões cognitivas e de significado sobre a aprendizagem destes alunos. Ação que vem para somar, para ampliar o trabalho e a percepção do que é educação.

Claro que isso depende de um trabalho conjunto também da Escola com a comunidade local, envolvendo-a, estimulando a participação de todos. Mas os recursos oferecidos são inéditos e que trazem dignidade, respeito e seriedade.

Parcerias como estas podem e devem ser ampliadas na Educação tanto de São Paulo como de todo o país.

Anúncios

Uma resposta para “Parcerias na Educação.

  1. Parabéns pela matéria, profº Crhistian. As parcerias entre setores diversos com a finalidade de ampliar a noção de educação e as formas de atendimento aos educandos deveriam ser uma constante na nossa sociedade. Pena que o exemplo supracitado na matéria ainda seja exceção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s